Sem categoria10 dicas para superar a dificuldade de aceitar elogios

14 de abril de 2021
https://alternativalondrina.com.br/web/wp-content/uploads/2021/04/alternativa_14.jpg

Muita gente minimiza, subestima e até desqualifica comentários positivos recebidos. Os motivos para isso são vários: baixa autoestima, a chamada síndrome do impostor e dogmas religiosos que pregam a humildade são alguns deles, mas são as crenças limitantes aprendidas na infância que causam maior impacto. É por isso que, desde cedo, é preciso dar às...

Muita gente minimiza, subestima e até desqualifica comentários positivos recebidos. Os motivos para isso são vários: baixa autoestima, a chamada síndrome do impostor e dogmas religiosos que pregam a humildade são alguns deles, mas são as crenças limitantes aprendidas na infância que causam maior impacto. É por isso que, desde cedo, é preciso dar às crianças o reconhecimento aos seus esforços, mais do que parabenizar pelos resultados de apenas um aspecto. Vale mostrar os pontos fortes em vários campos: o jeito de desenhar, a destreza para montar quebra-cabeças, a atitude carinhosa com os avós etc.

Outra forma de prevenir a dificuldade de aceitar elogios é evitar rotular as crianças, o que inclui desde rótulos tidos como negativos (brigão, birrenta, teimoso) até os positivos (sabe-tudo, princesa). Os pequenos internalizam esses termos e acabam reprimindo uma gama de possibilidades. O ideal é mostrar como as pessoas são únicas, cada uma com suas características e potencialidades. Agora, se você faz parte da turma que não consegue lidar com comentários positivos, mas quer mudar, vale a pena colocar em prática algumas ferramentas. Veja a seguir quais são:

  1. Aposte no autoconhecimento

Quem se conhece bem tem consciência das próprias qualidades e habilidades e também dos pontos fracos. Ao ouvir um elogio, é possível identificar, através dos olhos alheios, algo que merece ser reconhecido, exaltado e destacado em você, tanto no seu trabalho quanto no seu modo de agir.

  1. Assuma o papel de exemplo

Ao acolher o elogio recebido por uma atitude ou um comportamento, pense que você se torna um modelo positivo para outras pessoas que poderão se inspirar nas suas realizações.

  1. Entenda que aceitar um elogio não é “se achar”

Muita gente desvia dos elogios por associá-los com soberba, orgulho e presunção. Deixe de lado essa crença: você não está se impondo sobre ninguém nem assumindo uma postura narcisista ao agradecê-los.

  1. Aproveite a chance para evoluir

Esforce-se para seu aprimoramento e aceite o elogio como termômetro dessa evolução, pois o outro poderá ter visto algo que você ainda não considerou.

  1. Questione-se

Por que você acredita que não merece o elogio? Isso já aconteceu em outros momentos da sua vida? Existem possíveis padrões na sua história familiar? Você alimenta dúvidas em relação às próprias habilidades ou não se sente merecedor de algo? Com a auto-observação é possível identificar a raiz do incômodo e, assim, buscar trabalhá-la.

  1. Ninguém é perfeito –e tudo bem

Talvez o seu ranço por elogios venha de um extremo perfeccionismo. Interprete-o, então, como uma espécie de “cumprimento” por ter feito o melhor que pôde com as condições que foram dadas a você. É como diz um velho ditado: antes feito que perfeito.

  1. Pare de se justificar

Lembre-se: você não precisa se explicar nem comprovar nada. Elimine do vocabulário frases como “não é bem assim”, “nem ficou tão bom”, “não era o que eu tinha pensado” ou “sério que você curtiu?”. Agradeça o elogio e pronto, aposente a tendência de se desqualificar.

  1. Aprenda a agradecer

Aceitar um elogio é um exercício de gratidão. Entenda que é algo bom que está fazendo para si e que isso também faz bem para quem falou com você.

  1. Trate-se como trataria alguém de quem gosta

Se você sempre coloca amigos e familiares para cima e reforça suas qualidades, porque cuida tão pouco da própria autoestima?

  1. Pegue leve nas expectativas

Não se cobre tanto, principalmente em relação a resultados ou consequências. Agir assim pode fazê-lo perder todo o processo, etapa que garante o aprendizado. E tenha em mente que, em muitas situações, as cobranças com mais exigências não são as alheias, mas as internas. Aceite o que os outros veem de bom em você.

Fonte: Viva Bem

© Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Elemento Visual

Abrir Whats
Olá 👋
Podemos te ajudar?